Festival de Verão encerra afirmando justiça social e climática rumo Fórum Bem Viver

Deputada europeia Julie Ward (Inglaterra NW) se despede da coordenação do Rios de Encontro (o Coletivo AfroRaíz), e o diretor de teatro comunitário uruguaio, Carlos Torrado, amplia a colaboração.

A segunda semana do Festival de Verão encerrou a quarta residência internacional do festival, de Carlos Torrado, professor universitário de teatro comunitário, e uma grande festa de artes com açaí. Integrou a Unifesspa, movimentos sociais e a comunidade LGBT e se ampliou para São João do Araguaia e povos indígenas da região de Parauapebas e Canaã dos Carajás, numa grande afirmação de direitos humanos e justiça climática.

Duas gerações de Rios de Encontro celebram dança afro na Festa das Artes e Açaí.

eatro Folhas da Vida dramatiza a preocupação comunitária sobre o Rio Tocantins na Festa das Artes e Açaí.

“Nunca vi uma grande festa das artes gestionada, produzida e realizada por jovens artistas com tanta confiança, qualidade e alegria!”, disse Carlos Torrado, teatrólogo, da Universidad de la República de Uruguai. “Virou uma celebração inclusiva de 250 pessoas, incluindo estudantes da graduação Direito da Terra, gestores e crianças, pulsando com dança e percussão de raiz, teatro solidário com o rio, produção audiovisual excelente e o sabor de açaí! Levarei para sempre artistas infantis, formados por artistas jovens, na frente de sua própria comunidade, defendendo Amazônia com sua beleza!”

Carlos ministra sua oficina de teatro de autodeterminação na Unifesspa.

“Foi uma semana inspiradora! A comunidade LGBT na Unifesspa”, continuou Carlos, “me impressionou com sua ética excepcional, se tratando com respeito, cuidado e consciência social ampla. As visitas para idealizar o Fórum de Bem Viver, e também para conhecer a vida do Povo Xikrin e do futuro de São João do Araguaia, ambos ameaçados pela industrialização da Amazônia, me impressionou! E a roda com a turma de Direito da Terra sobre a construção de justiça social para todos foi extremamente analítica, informada pela ditadura de austeridade no Brasil. Minha universidade em Montevidéu oferece estudos gratuitos para América Latina, e pretendo convidar Marabá colaborar!”

Carlos (dir.frente) e a turma do Direito da Terra encerram uma conversa sobre justiça social na América Latina na Unifesspa.

“A deputada europeia Julie, e o teatrólogo Carlos, deixaram grandes contribuições bem distintas”, disse Dan Baron, da coordenação do Rios de Encontro, “tanto para a comunidade Cabelo Seco e Unifesspa, quanto para os povos Parketêjê e Xikrin, e os movimentos sociais. Vivenciaram muito em pouco tempo, da emergência nas áreas de direitos humanos, questões socioambientais que Amazônia está sofrendo. Mas também vivenciaram a beleza amazônica, saboreando Tucunaré, águas mornas do Araguaia e Tocantins, e a generosidade de Cabelo Seco! Neste sentido, nos ajudaram muito em entender como construir nosso Fórum Bem Viver (31 de agosto-04 de setembro), cujos 80 convidados nacionais e regionais vão inspirar e fortalecer Marabá.”

Julie Ward e Carlos Torrado ouvirem relatos do Povo Xikrin sobre a violação de seus direitos culturais e territoriais, e do meio ambiente pela mineradora Vale, que os marcaram profundamente.

“O Fórum Bem Viver convida projetos de cada setor da sociedade civil, escolas e movimentos sociais entrar em contato comigo”, disse Mano Souza, “se quiser organizar uma conversa pública com os convidados nacionais (gestores, arte educadores e cientistas), ou sediar um mini-curso de formação na sua escola ou entidade. Convidamos movimentos sociais e ONGs também indicar um(a) representante para participar nos quatro dias do fórum. E convidamos a sociedade inteira de Marabá participar na bicicletada no tarde do dia 01 de setembro, na mostra artística na noite do dia 01, e na audiência pública, no dia 05 de setembro.”

Anúncios
Esse post foi publicado em Advogando, AfroMundi, AfroRaiz, Arquivo, CineCoruja, Festival de Verão, Folhas da Vida, Gira-Sol, Publicações, Rabetas Videos, Residências, Tambores da Liberdade, Universidade Comunitaria dos Rios. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s